fbpx

Como Migrar para o Mercado Livre de Energia?

O Mercado Livre de Energia no Brasil é uma modalidade relativamente nova de consumo de energia que pode ser utilizado por empresas em variados segmentos de negócios ou mercados.

As vantagens para as empresas são muitas e vão desde a redução de custos e previsibilidade financeira, como a possibilidade de consumir energia de fontes renováveis, permitindo que sua empresa atue com mais responsabilidade junto ao meio ambiente.

Um fator que agrada muito aos gestores financeiros é a liberdade de consumo entre diferentes fornecedores, deixando aberta e do lado do cliente (sua empresa), buscar no mercado as opções mais vantajosas para o seu negócio.

Leia também: Diferenças entre o Mercado Livre de Energia e Mercado Cativo

Como participar do Mercado Livre de Energia?

As empresas que desejam operar nesta modalidade de consumo de energia, precisam ter determinadas características de consumo de energia para aderirem ao Mercado Livre de Energia.

Existem 02 tipos de consumidores: Livres e Especiais.

Consumidores Especiais do Mercado Livre de Energia

Se a demanda contratada de sua empresa for superior a 500 kW e menor que 2.000 kW, independente do nível de tensão, você é designado um Consumidor Especial.

Neste caso, sua empresa poderá contratar energia somente de fontes renováveis como: usinas eólicas, solares, biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e Central Geradora Hidráulica (CGH).

Geralmente estes consumidores de energia são pequenas e médias indústrias, redes de lojas, shoppings e supermercados, com gasto médio mensal em energia de 50 a 800 mil reais por mês

Consumidores Livres no Mercado Livre de Energia

O grupo de empresas enquadradas como Consumidores Livres geralmente é formado por grandes indústrias e possuem demanda contratada mínima de 2.000 kW, o que seria algo em torno de uma fatura média mensal de R$ 800 mil.

Para empresas desta modalidade é permitida a aquisição de energia de qualquer tipo de fonte de geração.

04 Características que sua empresa deve possuir.

Abaixo citamos algumas características que entendemos ser mais relevantes para sua empresa observar para iniciar o processo de migração:

Avalie a tensão e Demanda de sua empresa

É exigida que a demanda consumida para cada instalação se enquadre em 500 e 2.000 kW (Especiais), ou acima de 2.000kW (Livres).

Caso sua empresa não consiga se enquadrar nestes dois modelos, é possível compor esta demanda entre grupos de empresas ou filiais que estejam sob uma mesma raiz de CNPJ. É o que chamamos de processo de Comunhão.

Existem atualmente duas possibilidades de Comunhão:

  • Comunhão de Fato: para unidades em áreas contíguas (lado a lado), na qual não exista nenhuma via pública separando tais empresas; e
  • Comunhão de Direito: para unidades consumidoras (matriz e filiais) de uma mesma empresa, na qual estejam todas sob a mesma raiz de CNPJ.

Período de contrato com sua distribuidora

Avalie em sua empresa o término do seu contrato de compra de energia atual, pois o seu pedido de adesão deverá ser solicitado sempre com o mínimo de 180 dias de antecedência do término de vigência do contrato.

Informe de Rescisão de Contato (Carta Denúncia)

Sua empresa deverá manifestar o interesse ao Mercado Livre através de uma Carta Denúncia junto a sua distribuidora, apresentando a intenção de rompimento do Contrato de Compra de Energia no Ambiente Regulado (CCER), respeitando a data limite de 180 dias antes do término da vigência, para que não seja cobrada nenhuma multa adicional.

Adequação dos Sistemas de Medição para Faturamento (SMF)

Uma das exigências (ou premissas) para se entrar no Mercado Livre de Energia é a necessidade de as informações do consumo mensal de sua empresa serem encaminhados para a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Este processo deve obrigatoriamente ser de forma eletrônica e é de responsabilidade da distribuidora na qual a empresa é atendida.

Para que a distribuidora possa enviar os dados de medição para a CCEE, é necessário a substituição do equipamento de medição de consumo elétrico utilizado para o Mercado Cativo, e em alguns casos, pode existir alguma necessidade de adequação nos cabos e eletrodutos.

Conclusão:

A adesão para o mercado de energia livre, tem diversos benefícios. A redução de custos é o principal atrativo, e a liberdade de escolher seu fornecedor te faz traz mais competitividade

O mercado livre te dá uma economia de 15% a 30% na conta de luz e te isenta de cobranças das bandeiras tarifárias, entre outros benefícios que será possível ser conferido no próximo artigo.

Com a MTC Energy você tem planejamento e gerenciamento dos seus custos com energia elétrica

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Open chat